TEOLOGIA

Não, a serpente não
Seduziu Eva com a maçã.
Tudo isso é simplesmente
Uma alteração dos factos.

Adão comeu a maçã.
Eva comeu Adão.
A serpente comeu Eva.
Este é o escuro intestino.

A serpente, entretanto,
Esmói a refeição fora do paraíso ―
Sorrindo ao escutar
O apelo lamurioso de Deus.

Ted Hughes Inglaterra, (1930-98), tradução de Nuno Dempster

THEOLOGY

No, the serpent did not
Seduce Eve to the apple.
All that’s simply
Corrupcion of the facts.

Adam ate the apple.
Eve ate Adam.
The serpent ate Eve
This is the dark intestine.

The serpent, meanwhile,
Sleeps his meal off in paradise-
Smiling to hear
God’s querulous calling.

Ted Hughes

Anúncios

5 comentários a “TEOLOGIA

  1. Óptimo poema! Uma bela ironia. E há quanto tempo não ouvia o verbo “esmoer”! Demasiado coloquial? Ou talvez não.

    Gostar

  2. Lápis-lazúli, há um verbo excelente na variação brasileira que traduz tal qual o verbo “to sleep” do poema: giboiar, e é uma palavra mais bonita que esmoer. Enfim, digerir não me chegava. Embora soasse melhor, estava longe do aboborar, outro sinónimo, no entanto julgo que mais “feio”.

    Gostar

Os comentários estão fechados.