SENHOR, NÃO O SABE

 

Senhor,
não o sabe
e apesar disso as suas rugas,
alisando-me a manhã,
obrigaram-me a iniciar uma greve de namorados
desde que o conheço.

E hoje
– enquanto nos olhávamos de viés, cada um
no seu extremo do balcão –
a minha cabeleira mais anarquista
optou em definitivo por filiar-se nos seus olhos.

Almudena Guzmán
, Espanha (n.1964), tradução de Nuno Dempster.

Señor,
usted no lo sabe
y sin embargo sus arrugas,
tersándome la mañana,
me han obligado a iniciar una huelga de novios
desde que lo conozco.

Y hoy
– mientras los dos nos mirábamos de reojo, cada uno
en un extremo de la barra –,
mi guedeja más anarquista
ha optado definitivamente por afiliarse a sus ojos.

Almudena Gusmán, Espanha (n.1964)

Anúncios