A erva

Amontoem os corpos em Austerlitz e Waterloo,
Atirem-nos para a vala e deixem-me trabalhar ―
Eu sou a erva; alcatifo tudo.

Amontoem-nos em Gettysburg,
Amontoem-nos em Ypres e Verdun.
Atirem-nos para a vala e deixem-me trabalhar.
Dois anos, dez, e os passageiros dirão ao condutor:
Que lugar é este?
Onde estamos agora?

Eu sou a erva.
Deixem-me trabalhar.

Carl Sandburg, EUA (1878-1967), tradução de Nuno Dempster

GRASS

Pile the bodies high at Austerlitz and Waterloo,
Shovel them under and let me work–
I am the grass; I cover all.

And pile them high at Gettysburg
And pile them high at Ypres and Verdun.
Shovel them under and let me work.
Two years, ten years, and passengers ask the conductor:
What place is this?
Where are we now?

I am the grass.
Let me work.


Carl Sandburg, EUA

Anúncios