Nota dos tradutores

Não estávamos a sentir-nos confortáveis com a escolha que fizemos quando da criação deste blogue, a de assinarmos as nossas traduções sob um nickname. Não vemos, hoje como no início, qualquer motivo para manter tal opção. Por respeito literário aos poetas e aos poemas que vamos vertendo para português, decidimos dar a autoria real dos nossos nomes às traduções de cada um. Considerámos ser este o melhor dos dois modos de resolver o incómodo que vínhamos experimentando. O outro seria apagar o blogue. Assim, nas entradas futuras e nas já publicadas, lápis lazúli passa a ser Soledade Santos; e babel, Nuno Dempster.
Anúncios

2 comentários a “Nota dos tradutores

Os comentários estão fechados.