Morte de uma rã

Mataram uma rã.
Os meninos, fazendo uma roda, levantaram as mãos.
Todos juntos,
levantaram as mãos pequeninas
e ensanguentadas.
A lua nasceu.
Está alguém no cimo do outeiro.
Vê-se um rosto sob o chapéu.

Sakutaro Haguiwara (1886-1942), Japão, tradução de Soledade Santos

MUERTE DE UNA RANA

Mataron a una rana.
Los niños alzaron las manos formando un corro,
todos juntos,
alzaron pequeñitas
y ensangrentadas manos.
Salió la luna.
Encima del cerro se yergue una persona.
Hay un rostro debajo del sombrero.

Sakutaro Haguiwara (1886-1942), versão de Atsuko Tanabe, México, 2010

Anúncios