Que dirá o primeiro poema que escrever

I
Que dirá o primeiro poema que escrever
Agora que a mãe morreu.

Este livro envelheceu num instante,
um telefonema da minha irmã.

II
Antes o passado não estava tão distante.
Como o vidro
feito em mil pedaços
a minha biografia
estilhaça-se
a cabeça entende num ápice
a resposta da minha irmã,
saíam depois
palavras da minha boca
eu não as controlavaaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideusaideus aideusaideusaideusaideusai

III
Dizer como observo agora a varanda, a planta, o céu

as coisas sem o teu olhar.

IV
Quanto às plantas
sinto algo diferente nas flores.

V
Vem rasgada agora
a felicidade

resiste.

Em sonhos posso abraçar-te.

Florencia Abadi, (n.1979) Argentina, tradução de Soledade Santos

Continuar a ler

Anúncios